União Brasil na Câmara avalia medidas provisórias a serem votadas no Plenário da Casa

A bancada dos deputados federais do União Brasil se reuniu, na tarde desta terça-feira (26), para tratar das medidas provisórias que vão entrar em pauta nas votações do Plenário da Câmara.

Foram estudados e debatidos assuntos como o Auxílio Brasil, na tentativa de socorrer a população de baixa renda em meio ao aumento da inflação; a MP 1085/21, que institui o sistema eletrônico de registros públicos, com o objetivo de facilitar a vida do cidadão e melhorar o ambiente de negócios; o projeto que institui a Lei Geral das Religiões, garantindo a manutenção da isenção de impostos para igrejas e comunidades religiosas; entre outros.

O deputado Danilo Forte (CE) aproveitou para pedir apoio contra o aumento das tarifas de energia elétrica no Ceará, além de solicitar estudos para tentar viabilizar um aumento do valor do Auxílio Brasil. Sugestão esta que foi endossada pelo deputado Fábio Henrique (SE), presente também na reunião.

Por sua vez, o deputado Damião Feliciano (PB) avaliou que a retomada econômica deve ser a principal questão a receber a atenção do União Brasil. O parlamentar elogiou ainda a liderança do deputado Elmar Nascimento (BA), líder da bancada federal, que presidia a reunião.

Foto: União Brasil / Divulgação

A MP 1079/21 também foi analisada, a pedido do líder Elmar Nascimento. Ela prorroga excepcionalmente por um ano o cumprimento das regras de drawback pelas empresas exportadoras, beneficiando-as. A medida interrompe temporariamente o pagamento de tributos federais incidentes sobre os insumos comprados no exterior e utilizados na produção de bens que serão exportados.