Mauro Mendes

Governo de Mato Grosso se torna referência nacional em projetos de infraestrutura

Os avanços do Governo de Mato Grosso na infraestrutura foram destaque no “Fórum Infraestrutura Cidades e Investimentos“, promovido pela revista Exame em São Paulo. Durante o evento, o governador Mauro Mendes (União Brasil) falou sobre os resultados obtidos na área nos últimos quatro anos em que está no comando do Estado.

“De alguns anos para cá, a logística começou a melhorar. A ferrovia chegou na parte sul, já temos a empresa Rumo com um contrato assinado para fazer a ferrovia chegar até Cuiabá e ao centro do agronegócio, junto com os investimentos que o Governo do Estado tem conseguido fazer ao longo dos anos”, disse.

Mauro Mendes citou que, somente nesta gestão, estão sendo entregues 2.600 km de asfalto novo, mais de 1.900 recuperados e centenas de pontes – investimentos que são essenciais para melhorar a logística de Mato Grosso, o maior estado produtor de alimentos do país.

“Estamos fazendo isso com recursos próprios, de um fundo criado do próprio agronegócio [Fethab], que vincula esta arrecadação à aplicação na área e Infraestrutura. Isso tem garantido cerca de 7% de investimento em Infraestrutura, fator que tem criado melhores condições para que essa logística possa ter uma perspectiva melhor”, pontuou.

O governador citou ainda as soluções dadas para os problemas da BR-163 e o pioneirismo em conseguir autorizar as obras da 1ª Ferrovia Estadual do país.

“A BR-163 estava caminhando para uma relicitação, que na média demora 4, 5 anos. O Estado está comprando essa concessão numa ampla negociação, e estamos prestes a assinar. O Governo vai ser o concessionário de uma rodovia federal e nós vamos aportar o dinheiro para resolver esses gargalos. É uma solução inédita que tem sido elogiada até pelo Tribunal de Contas da União”, mencionou.

Mauro Mendes também adiantou que os fortes investimentos em Infraestrutura vão continuar em seu segundo mandato. De acordo com ele, se Mato Grosso conseguiu se tornar uma potência do agronegócio com uma infraestrutura ruim, agora, com os fortes investimentos do Estado, a previsão é praticamente dobrar a produção e se tornar ainda mais competitivo.

“As principais metas são ampliar o programa rodoviário. Temos perspectiva de fazer 3 mil km de asfalto novo, mais 2 mil km de recuperação da malha existente. Temos o primeiro traçado da ferrovia que deve sair nos próximos dois anos. A Fico [Ferrovia de Integração do Centro-Oeste] , do Governo Federal, esperamos que tome o mesmo ritmo e possa chegar à região oeste. O programa de concessões rodoviárias vai continuar e também temos programas de pontes com centenas de estruturas. Ter uma logística mais eficiente vai permitir a manutenção da competitividade desse setor, que é o mais importante de Mato Grosso”, completou.

 

• Foto: Reprodução
• Com informações do Governo de Mato Grosso