Lideranças do União Brasil repudiam atos antidemocráticos

As principais lideranças do União Brasil criticaram as invasões e depredações ao Congresso Nacional, ao Supremo Tribunal Federal e ao Palácio do Planalto, ocorridas neste domingo (8), em Brasília.

O presidente nacional, Luciano Bivar, afirmou em nota oficial que o “Estado Democrático de Direito sofreu um gravíssimo e inadmissível ataque” e condenou os atos antidemocráticos. Ressaltou que “a democracia é soberana e inegociável” e que “cobrará das autoridades competentes a punição de todos os criminosos envolvidos”.

O secretário-geral, ACM Neto, classificou as cenas de vandalismo como “vergonhosas e injustificáveis” e declarou que “na política, oposição precisa ser feita com responsabilidade, respeito às instituições e à democracia”. “Baderna, violência e radicalismo devem ser tratados como merecem: com o rigor da lei”, completa ele.

Líder do União Brasil no Senado, Davi Alcolumbre reiterou que ações criminosas “devem sofrer o rigor da lei e merecem o repúdio e a desaprovação de todos os líderes com espírito público e responsabilidade”. E finaliza dizendo que “a democracia, como nosso maior patrimônio, deve ser respeitada e protegida”.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, repudiou as ocupações ilegais nas sedes dos Poderes e salientou que “é preciso respeitar a democracia”. Acrescenta em nota publicadas nas redes sociais que o “momento é de união e paz para o Brasil avançar”. Discurso semelhante ao do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que tratou o ocorrido de hoje na capital federal como “tentativa da barbárie se sobrepor às nossas instituições democráticas”.

Outros representantes da bancada federal na Câmara, no Senado e representantes partidários também manifestaram-se sobre o atentado à democracia:

Mendonça Filho (PE) — Deputado Federal eleito e ex-ministro da Educação:
https://twitter.com/mendoncafilho/status/1612182021089935362?s=48&t=RZqCpgkZCMf8SPNFBMKhwQ

Fernando Filho (PE) — Deputado Federal reeleito e ex-ministro de Minas e Energia:
https://www.instagram.com/p/CnKu0oop-xw/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Juscelino Filho — Ministro das Comunicações:
https://twitter.com/depjuscelino/status/1612185304550543361?

Júnior Bozzella (SP) — Deputado Federal:
https://www.instagram.com/reel/CnKnESlvVKW/?igshid=YmMyMTA2M2Y%3D

Efraim Filho (PB) — Senador eleito:
https://twitter.com/efraimfilho/status/1612192620092047364?s=48&t=JEvaoVyJjUbWoVPspiqBlg

Benes Leocádio (RN) — Deputado Federal:
https://www.instagram.com/p/CnKzZeOPIKB/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Bruno Reis (BA) — Prefeito de Salvador:
https://www.instagram.com/p/CnKyKlgpCLj/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Rodrigo Cunha (AL) — Senador:
https://www.instagram.com/p/CnKwmAXvUms/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Soraya Thronicke (MS) — Senadora:
https://twitter.com/SorayaThronicke/status/1612165241252577282

Rosângela Moro (SP) — Deputada federal eleita:
https://twitter.com/rosangelamorosp/status/1612179924068040705

Sergio Moro (PR) — Senador eleito:
https://twitter.com/SF_Moro/status/1612168054271627270

Felipe Rigoni (ES) — Deputado Federal:
https://twitter.com/rigoni_felipe/status/1612171088263532544

Julian Lemos (PB) — Deputado Federal:
https://twitter.com/JulianLemosopb1/status/1612172559402897411

Henrique Mandetta (MS) — Ex-ministro da Saúde
https://twitter.com/mandetta/status/1612207977930407937

Lucas Moreno (BA) — Presidente do União Jovem do Brasil
https://www.instagram.com/p/CnKhrOgJ2NE/