Senador Efraim Filho (PB)

Com placar amplo, Congresso derruba veto à desoneração e milhares de empregos estão assegurados

Com placar amplo, Congresso derruba veto à desoneração e milhares de empregos estão assegurados

Com a participação direta do líder do União Brasil no Senado, senador Efraim Filho (PB), o Congresso Nacional derrubou, na tarde desta quinta-feira (14), o veto presidencial à desoneração da folha de pagamento. Com isso, 17 setores produtivos que mais empregam no país continuarão com o benefício até dezembro de 2027. Autor da proposta, Efraim disse que a manutenção da desoneração preservará até 600 mil empregos, e “pais e mães de família poderão passar o final de ano mais tranquilos ao saber que terão condições de levar o pão à mesa”.

Autor do projeto de lei sobre a desoneração, Efraim disse que a vitória foi decisiva também para a economia e o emprego na Paraíba. A desoneração da folha significa a manutenção e geração de milhares de empregos no estado. Ao reduzir os encargos trabalhistas, a medida tem impacto direto na capacidade das empresas paraibanas de sustentar e criar novas vagas de emprego, crucial para o desenvolvimento regional e o fortalecimento de setores-chave da economia. A decisão do Congresso Nacional, portanto, não significa apenas uma vitória legislativa, mas um passo significativo para a estabilidade econômica e o progresso social do estado.

Em uma votação com ampla margem nas duas Casas, a desoneração da folha de pagamento foi de 60 votos a favor da derrubada do veto contra 13, no Senado. Na Câmara, o placar foi de 378 votos favoráveis e 78 contrários.

PARA ENTENDER MELHOR


Proposta de autoria do senador Efraim Filho, Senado e Câmara aprovaram o projeto da prorrogação (até 2027) da desoneração da folha de pagamentos, que acabaria no final do ano. A matéria foi à sanção, mas o presidente da República vetou o projeto. A proposta então volta ao Congresso, para sessão de análise de vetos. Assim, em sessão do Congresso Nacional nesta quinta-feira (14), os parlamentares derrubaram o veto de Lula e o projeto vai à promulgação.

Foram meses de intensa articulação de Efraim pela aprovação da matéria e, na sequência, pela derrubada do veto presidencial. O senador paraibano diz que o projeto conseguiu reunir o apoio de todos em torno da desoneração da folha de pagamento, porque “ele traz uma mensagem muito clara: quem gerar mais empregos, vai pagar menos impostos! É disso que esse projeto se trata. Demonstrar que o imposto sobre a folha de pagamento, sobre a geração de emprego, é um imposto burro! É um imposto equivocado, e que tem que ser alterado. Não é a simples renúncia de receita, é uma substituição. E é sempre importante citar: as empresas continuam pagando, sim, seus impostos, mas não sobre o emprego, sobre a folha de pagamento. Elas pagam sobre o faturamento”, explica o senador.

Para Efraim, o ideal seria se a desoneração da folha de pagamentos chegasse a todos os setores da economia. “Porque se a gente continuar taxando emprego, elevando o custo do emprego, tornando mais caro contratar pessoas, qual é a solução que as empresas terão? É substituir o trabalhador, a mãe de família pelo robô, pela automação, pela inteligência artificial, que não paga imposto. Então, nós já conseguimos que fossem desonerados os 17 setores que mais empregam. O ideal seria que se pudesse chegar a todos os setores da economia”, finaliza o parlamentar.

Compartilhe
Luciano Bivar em artigo à Folha de PE: “Nenhuma empresa ou nenhum cidadão pode atuar à margem da lei”
01/03/2023
Governadores do União Brasil discutem reforma tributária no Senado
30/08/2023
Desabrigados e Defesa Civil foram prioridades na Comissão de Integração Nacional
09/11/2023
Ronaldo Caiado, Mauro Mendes, Efraim Filho e Wilson Lima
Governadores do União Brasil discutem reforma tributária no Senado
30/08/2023
Três dos quatro governadores mais bem avaliados do país são do União Brasil
Três dos quatros governadores mais bem avaliados do país são do União Brasil
09/08/2023
(mt) mauro mendes
Linha de crédito do Governo de MT incentiva projetos de energia renovável nas empresas
13/06/2023
Em seu primeiro discurso pós-recesso, Jayme Campos (MT) diz que 2024 será um ano desafiador e defende mais segurança aos brasileiros
Em seu primeiro discurso pós-recesso, Jayme Campos (MT) diz que 2024 será um ano desafiador e defende mais segurança aos brasileiros
08/02/2024
flávia francischini
Flávia Francischini (União-PR) recebe homenagem pela defesa dos direitos dos autistas
02/02/2024
Senador Rodrigo Cunha (União Brasil - Alagoas). Foto: Waldemir Barreto / Senado
Lei de Rodrigo Cunha (União-AL) que determina funcionamento 24h de delegacias da mulher é sancionada
04/04/2023
screenshot.297
Congresso: Parlamentares do União Brasil são destaque na pauta feminina
09/03/2023
screenshot.259
Vice-presidente do Grupo Brasil-Israel, Alan Rick (AC) destaca boa relação construída entre os dois países nos últimos anos
01/03/2023
screenshot.256
Elmar Nascimento é escolhido como primeiro líder do União Brasil na Câmara dos Deputados
01/03/2023
Foto: Instituto Índigo
Jovens Pelo Brasil discute impacto da economia sustentável na melhora da qualidade de vida do povo amazônico
12/07/2023
Executiva Nacional da União Jovem do Brasil
União Jovem realizará eventos pelo Brasil de olho nas eleições municipais
24/03/2023
Executiva do União Jovem do Brasil com o presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar.
União Jovem apresenta relatório e demandas a parlamentares do partido
24/03/2023
14
Parlamentares do União Brasil são empossados no Congresso Nacional
17/03/2023
Diretórios do partido